Novidades da CPLP com nova estratégia comum

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

logo footer cplp 913775409b24664bcd4899c507dda585

Decorreu entre 31 de Outubro e 1 de Novembro a XI Conferência de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Brasília, na República Federativa do Brasil.

Desta cimeira que reuniu os seus membros, nomeadamente Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste resultou no que parece ser uma estratégia para uma década, podemos mesmo concluir pelo que foi tornado público que existe uma nova visão estratégica para a CPLP.

A nova visão Estratégica da CPLP, define as prioridades da organização para a próxima década, a qual prevê apostar na economia, nomeadamente energia e turismo, facilitar a circulação no espaço lusófono e orientar a cooperação para o desenvolvimento sustentável. sendo as principais preocupações e apostas desta nova estratégia a cooperação económica e empresarial, segurança alimentar e nutricional, energia, turismo, ambiente, oceanos e plataformas continentais, cultura, educação e ciência, tecnologia e ensino superior.

logo.consan

Em termos de segurança alimentar e nutricional pode haver lugar à materialização da Declaração CPLP sobre  Desafios de Segurança Alimentar e Nutricional, em Maputo, a Julho 2012.

Observa-se que pretende-se concretizar um reforço dos mecanismos para facilitar a circulação de pessoas dentro do espaço lusófono.

Nesta nova visão resultado da mais recente cimeira da CPLP salienta-se a vontade de todos os membros promoverem um maior envolvimento da sociedade civil nas atividades da comunidade, reforçar a cooperação multilateral e promover a igualdade de género e consolidar o português como língua de comunicação global, língua de conhecimento e língua de negócios, de modo a que seja possível valorizar o potencial das diásporas da CPLP e das comunidades situadas noutros países e regiões do mundo, que preservam a influência da língua portuguesa e partilham laços históricos e culturais com os países da organização.

Esta nova visão e estratégia da CPLP é justificada e subscrita pelos chefes de Estado e de Governo membros da CPLP devido as alterações ocorridas na conjuntura político-económica no âmbito mundial e as mudanças internas nos Estados-membros, havendo por isso a necessidade de "intervenção em novas dimensões", valorizando o papel dos países lusófonos na "promoção da paz, da estabilidade e da segurança internacional, e no processo de desenvolvimento económico e social".

Registamos que a Segurança Alimentar e Nutrição são aspectos que ganham atenção merecida e necessária no seio da CPLP, na sequência do Dia Mundial da Alimentação (16-Out), foi realizado em Lisboa no passado dia 28 de Outubro o 1.º AgroFórum Países da CPLP”, organizado pela Câmara Agrícola Lusófona (CAL), em parceria com a Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP), Fundação AIP e a Feira Internacional de Lisboa (FIL). 

getimage

Relevante e muito oportuna iniciativa que visou o fortalecimento da articulação e o diálogo com as tutelas dos Estados membros da CPLP, no setor da agricultura e desenvolvimento rural, assim como também promoção e debate de outros temas, tais como “O Potencial do Agronegócio na CPLP”, “A Importância da Iniciativa Privada no Desenvolvimento da CPLP”, “Oportunidades e Constrangimentos na CPLP” e “Empreendedorismo, Marketing e Finanças – Novas Abordagens e Soluções”, respetivamente.

Foi possível assistir à assinatura de protocolos institucionais, nomeadamente a apresentação da Declaração Final do Fórum, um momento de degustação de especialidades gastronómicas e uma Mostra Espaço Agro-Lusófono.

Parece razoável concluir que este primeiro AgroForúm trata-se de uma iniciativa muito importante e até extraordináriamente pertinente na consolidação do Mecanismo de Participação do Setor Privado no CONSAN-CPLP e contribui para a implementação da Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional (ESAN-CPLP), aprovada em 2011, pelos Estados membros da CPLP, com o objetivo de contribuir para a erradicação da fome e da pobreza na Comunidade.

Também em Lisboa nos próximos dias 2 e 3 de Novembro na sede da CPLP em Lisboa realiza-se o IV Fórum das Inspeções de Segurança Alimentar e Atividades Económicas da CPLP. Novamente a Segurança Alimentar a merecer a respectiva atenção, que se cumpram os programas, metas e objectivos.

Contatos

HEAD OFFICE

Avenida da República, n.º 6, 7.º Esquerdo, 1050-191 LISBOA | Portugal

Tel + 351 211 332 968 | Fax +351 213 195 609

Redes Sociais

follow me on facebookgoogle logo  

follow me on twitter linkedin

Parceiros

APQlogo apemeta